O melhor amigo que inventei.

Padrão

tumblr_mkjf3uQSFN1qhavevo1_500

O livro era de aventura, mas a gaveta era de histórias, e sem previsão ela se abriu. Era chuva em uma madrugada fria, e a gaveta de histórias continuou aberta. Ela não se fechava, e eu fingia que nem sabia o que tinha dentro dela. Mentira.  E de certa forma ao vê-la eu nem precisava de filmes de terror baseados em fatos reais.
Em alguns dias ela estava aberta, outros ela estava fechada, devia ser alguém que passava por ali e tinha toc e a fechava.

Abri a gaveta empoeirada. A gaveta era sobre mim, meu passado, histórias, aventuras, e era assustador ver tudo aquilo. Era como uma versão problemática do invisível. Aquelas fotos com você já foram parte de mim. O apelido de bocó já foi passado. Será que você lembra? Eu lembro, mas sempre digo que esqueci. O melhor amigo, agora invisível, e por via inesquecível.

Era uma sensação estranha, um estranho bom. Isso é raro, né? Já sai várias vezes por aí sem rumo pra ver se descubro lugares novos, quem sabe eu te vejo em uma esquina? De camiseta de banda e cabelo bagunçado, vez e outra você tá com uma touca de mano meio indie. É como você é agora, será que eu ainda te conheço?  Nas fotos nós eramos crianças, perdidos no labirinto da inocência, dois pentelhos. Agora, eu te vejo e minha garganta trava. Eu não entendo como isso foi acontecer. Eu querer te ver e ao mesmo tempo querer fugir, e logo depois voltar pro teu abraço. Você se recorda de como você era bom pra mim?

Me perdi num labirinto de memórias, as nossas memórias, as memórias que o nosso grupo de amigos nem sabe que existiram. Tudo bem estar perdida. Você se lembra? Você também se perdeu nesse labirinto de fotos, de conselhos, o nosso labirinto? Como faz pra sair daqui?

E essa chuva fria da madrugada não vai cessar.  E eu vou trocar essas gavetas, é a hora do novo, e o novo dói porque eu sei que você não vai estar envolvido nele. Descobri a saída do labirinto. Vou deixar essa chuva fria da madrugada levar nossa gaveta embora. Talvez amanhã eu acorde e meus olhos estejam inchados. E eu vou comprar um coturno novo pra seguir em frente, bordô é uma boa cor. Agora pelo menos já sei que quando eu sair dessa confusão, a chuva vai ter apagado minhas pegadas do labirinto. E então, quem sabe tudo fique bem novamente.

Besos 😀
Nathalia Daujotas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s