Carta pra um amor que…

Padrão

tumblr_mpbza5MrvR1qmbg8bo1_r1_500

Eu só queria te dizer que sinto muito. Só queria te pedir desculpas pelo meu não. Eu gostaria que você as aceitasse, mas você sabe mais ou menos como eu sou, nunca fui de me apegar tanto assim, e quando me apego me sinto meio sufocada, mas há exceções, e dessas tantas exceções eu percebi que vc não era delas, por isso que eu tive que ir embora. Pois é, eu sei, agora você me conhece pelo jeito que eu fui embora, como um furacão no deserto, vazio vazio, sem muitas emoções. Coração partido faz isso, ilusões fazem isso, escrever esse texto só porque você chegou muito rápido e foi embora muito rápido também.
O problema era eu, mas o problema também era você, que sempre foi assim de implorar por amor, ainda bem que você cansou meu bem, já estava ficando chato. Não tive motivos pra ficar por perto nem nas sextas-feiras de amor.
Me desculpa, mas você merece mais do que uma confusão ambulante como eu, que pareço um daqueles personagens do Wes Anderson, quero mais é que você monte uma banda, faça covers dos Raimundos e namore a garota mais linda do bar. Essa garota sim merece, nela você vai poder confiar de olhos fechados, pra ela você vai poder contar os seus segredos e ter colo e calmaria. Sempre gostei mais de festas e de bater perna por aí, não que eu não goste de uma calmaria, mas a minha calmaria da pipoca com Nutella e filmes no final de semana não era pra ser com você.
Eu só queria pedir desculpas por ter privado o teu pássaro de voar, só o que se ouve agora é o som dos nossos iPods inquietos, e agora na cidade grande já não se ouve som algum de qualquer natureza divina que for.
E eu gostaria de te pedir desculpas por mais milhares de coisas mas ficaria muito dramático, agora eu vou embora mesmo, e espero que fique bem. Velho amigo, ah com você eu aprendi o quão errado é esconder sentimentos, e deve ser por ter muitos advogados por aí que eu sempre gostei do errado. Eu só queria que você chegasse a ler essa carta, essa carta escrita pra um amor que eu não tive coragem de viver. Burrice, eu sei.

Bisous! ♥
Por: Nathalia Daujotas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s